terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Acic repudia situação caótica criada pela municipalidade

Como se já não bastasse o novo Código Tributário Municipal e o pacote econômico sancionado pela prefeita de Campos, Rosinha Garotinho, contra as empresas e a população campista, relativo ao aumento de tributos. Os empresários e comerciantes, estão indignados contra a situação caótica que vive o município. Pois desde quinta-feira última (21) nenhum prestador de serviços consegue emitir uma Nota Fiscal. Uma vez que a Prefeitura (vide Portal da Transparência) não faz o pagamento do provedor do site de Notas Fiscais há 14 meses.
Ao tomar conhecimento através de um de seus associados que a municipalidade não paga o provedor do site de Notas Fiscais, o presidente da Associação Comercial e Industrial de Campos, Amaro Ribeiro Gomes, foi taxativo ao tecer severas críticas à municipalidade.
- É um absurdo o que a municipalidade está fazendo. Deixar de pagar o provedor do site de Notas Fiscais é algo inimaginável para um município que aumenta a carga tributária do comerciante e da população e impede que impostos sejam pagos e recolhidos diariamente – disse Amaro.
Como entidade de classe que defende os interesses da classe comercial e empresarial de Campos, o presidente afirmou que, com o apoio de associados e setores importantes da economia local, a Acic irá até as últimas consequências para brigar pelo direito dos comerciantes e fazer com que o município seja responsabilidade pelos prejuízos que possam advir com esta situação, paralisação e impedimento que o município está fazendo contra o comércio local.
- Envidaremos todos os meios para responsabilizar a municipalidade contra esta situação e temos o apoio de algumas categorias empresariais e associadas da Acic. Iremos até o Ministério Público Federal se preciso for, para lutar pelos nossos direitos. Pagamos caro pelos impostos e não desejamos pagar juros e multas pela incapacidade administrativa municipal – asseverou Gomes.
Os telefones da Associação Comercial e Industrial de Campos, não pararam de tocar, por associados e empresários de diversos ramos, ligados a Acic que solicitaram da entidade providências para resolver este impasse.

Ascom ACIC
Data: 26/01/2016

Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário