segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Campistas sofrem para retornar à Campos depois do feriadão

Após um longo feriado nas praias sanjoanenses os campistas estão gastando toda a paciência para enfrentar a BR-356 no retorno para casa. É que no trecho localizado em Cajueiro (SJB) além dos quebra-molas e pardais que obrigam os motoristas a reduzir a velocidade dos veículos, o DNIT – Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes não concluiu as obras de reparo no asfalto naquele trecho o que tem tirado a paciência dos motoristas.
O presidente da Associação Comercial e Industrial de Campos, Amaro Ribeiro Gomes, informou que somente em um trecho de 50 metros, o tempo gasto na travessia foi de mais de 1h40m.
- É um absurdo o que o DNIT está fazendo. Como se já não bastassem os pardais e quebra-molas, o órgão não concluiu as obras de reparo no asfalto e isso tem obrigado os motoristas a transitarem lentamente em um espaço de 50 metros, desabafou o presidente.
Segundo Amaro, a obra de reparo que ainda não foi concluída teve início na metade do mês de dezembro.
- O pior é que nestas circunstâncias, nem mesmo a Polícia Rodoviária está colaborando, pois ontem, domingo, não havia nenhuma patrulha para coibir os abusos, como ultrapassagem de veículos pelo acostamento, concluiu.


Ascom ACIC
Data: 04/01/2016

Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário