quarta-feira, 13 de julho de 2016

Acic encampa desejo de emancipação de Conselheiro Josino



Comerciantes e moradores de Conselheiro Josino solicitaram ao presidente da Associação Comercial e Industrial de Campos – Acic, Amaro Ribeiro Gomes e ao Rotary Clube Campos São Salvador, que ambas entidades envidassem esforços no sentido de ver aplicada a Lei Municipal nº 5.178, de 25 de junho de 1991, que cria o Distrito de Conselheiro Josino. Apesar da sanção do ex-prefeito Anthony Garotinho, a referida lei nunca foi aplicada, uma vez que seu artigo 1º, estabelecia a necessidade da realização de um plebiscito.
Para o presidente da Acic, Amaro Ribeiro Gomes, a reivindicação tardia é justa.
- É lamentável que uma lei tão importante como essa para os moradores e comerciantes de um distrito tão importante para Campos, tenha ficado no esquecimento. No que depender da Acic, envidaremos todos os esforços para que a lei seja aplicada e os moradores e comerciantes de Conselheiro Josino possam finalmente comemorar essa vitória, afirmou Amaro.
Motivo – A justificativa estabelecida em 1991 foi a de que a localidade possuía “cerca de 7.000 (sete mil) habitantes, dos quais 4.500 (quatro mil e quinhentos) apenas na sede e 2.500 (dois mil e quinhentos) pelo interior. Havia ainda 4 unidades escolares (2 na sede, e 2 no interior), dois postos de gasolina, duas padarias e uma torrefação de café. Além disso o distrito possuía 50 estabelecimentos comerciais, entre açougues, armazéns, quitandas, bares, lanchonetes, casas de material de construção, etc. A região é grande produtora de cana-de-açúcar e há considerável rebanho de gado leiteiro e de corte”.
Entretanto, dados do CIDAC – Centro de Informações e Dados de Campos, publicado no Perfil dos Bairros 2014, dão conta de que o bairro possuía cerca de 2.975 habitantes (IBGE/2010); 1.483 residências (CCZ/SMS – 2013); 201 estabelecimentos comerciais (CCZ/SMS – 2013); uma unidade básica de saúde; uma escola municipal e uma creche municipal.
Ascom ACIC
Data: 13/07/2016

Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário